domingo, 1 de novembro de 2015

Imagine Belieber Hot 32

    Assim que sai, comecei a andar em qualquer direção, até que achei a saída do condomínio,e pedi ao vigia que chama-se um táxi.
     Justin, Justin, Justin, seu canalha, por que você não sai da minha cabeça?
-Senhorita- chamava-me o vigia - O táxi.
E foi assim que sai do meu transi, entrando no carro e esquecendo de agradecer o mesmo que o chamou
-Para o Party Club,por favor - E sem mais o motorista deu a partida e seguiu pela avenida iluminada, que levava meus pensamento a uma só pessoa e a recordações que me levavam ao ápice da excitação na qual me fazia lembrar de cada toque de Bieber pelo meu corpo, de sua boca rosada nos meus lábios pálidos em dias chuvosos, não me deixando esquecer de seus dedos introduzindo em minh.. - PARA O CARRO- e este foi o momento em que o motorista freou o carro me olhando assustado. Joguei vinte dólares no banco da frente
 - Acho que isto é mais que o suficiente - disse 
- Mas senhora não chegamos -disse o motorista enquanto em terminava de me retirar do carro
Eu sabia que o local em que eu estava não era nada perto do Club, mas daria para o gasto. Entrei no estabelecimento e estava mais cheio do que aparentava. Fui direto ao balcão, já que precisava me anestesiar.
Enquanto desfilava pelo pista, percebi diversos olhares me secando
-Uma tequila - disse assim que encostei no balção, então o barman pegou o copo de dose e virou a garrafa. - Eu quero a garrafa
- A garrafa ? -  perguntou um garoto de olhos azuis, até que bem bem bem bem bem..foi mal, estava completamente perdida reparando em suas partes baixas 
- Acho que foi o que ouviu - disse arqueando a sobrancelha e bebendo a tequila no bico
 Mas antes que eu pudesse continuar a xavecar o homem dos olhos azuis, sinto uma mão na minha cintura que confesso que me arrepiou. Assim que virei tive uma surpresa
- Justin - revirei os olhos já me retirando, mas não consegui já que ele me puxou de volta
- Precisamos conversar - disse sério
-Já conversamos  - falei bebendo mais ainda minha bebida 
- Então vamos conversar novamente
- Você quer só me comer - falei  e ele riu
- Quero o que ? - Disse com um sorriso safado, percebi a maldade e resolvi começar um jogo então grudei meu corpo ao dele,coloquei minha mão esquerda atrás do seu pescoço e falei baixinho no seu ouvido enquanto dei uma leve apertada em seu amigo - Que eu te faça gemer gostoso.
-Não provoca - disse deitando a cabeça e mordendo a boca
- Se não ? - apertei mais um pouco
- Eu vou te foder
- Aé ? - arquei a sobrancelha - larguei o Justin e sentei no balcão jogando todas as bebidas no chão, virando o centro da atenção do bar - Então vem, me fode agora - e Justin me olhou assustado - Aqui - rasguei a parte de cima do meu vestido, fazendo aparecer meu sutiã de renda  - Vai, me mostra que ainda sabe me faz gritar seu nome
  Justin ficou nervoso com a situação ainda mais por estar tentando manter seu disfarce e me retirou do balção me levando para um banheiro atrás do pub,convenhamos que era meio deserto
- Você está ficando louca ? O que esta querendo ? 
- Você
-Você não sabe o que quer - ele disse me fazendo revirar os olhos
-Quero transar - rasguei o resto no meu vestido e desci as alças do meu sutiã - e você ? - perguntei o analisando enquanto ele olhava para os meus peitos e seu amigo aumentava o volume
-Pensei que só ia tocar em você se eu tomasse uma decisão 
   Peguei a mão dele e coloquei debaixo do meu vestido tocando minha vagina, dando para perceber o quão estava molhada, na qual Justin acabou se aproveitando passando mais devagar pelo meu clítoris 
                                   
- Vai me comer ou não ? - disse já exitada 
Continua ?
Leiam, Por Favor 
Galera, eu tive muitos problemas nesse tempo que passou, havia até me esquecido do e-mail do blog. Mas agora estou aqui, e espero não parar de postar mais, Obrigada pelo carinho de vocês. Fico muito feliz de ver que ainda há pessoas que acompanham. Como já disse, passei por momentos bem difíceis e vejo que muitas desistiram do blog e com razão. Eu sei que sempre estou me comprometendo a não deixar o blog.Mas desta vez eu prometo tentar de verdade, espero que me ajudem, pois escrever aqui me faz bem. Pretendo postar em três em três dias. Comentem o que acharam desse capitulo.Beijinhoss e obrigada pela atenção .

VOLTEIII

Nessa madrugada começo a reescrever todas as histórias do blog. Desculpa meninas, tive grandes problemas neste tempo que passou.. explico quando puder,mas agora bora voltar a escrever. BEIJINHOS

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014

Imgine Belieber Hot 31


Aquilo estava prazeroso até de mais, mas houve uma força maior do que eu. A força de querer ser respeitada.
Empurrei Justin o fazendo cair da cama
- Esta louca ? - Perguntou Justin assustado ainda caído no chão
- Não - me levantei da cama - nunca estive tão lucida
- Do que esta falando ? - perguntou se levantando vindo até mim
- Não se aproxima - disse dando um ´passo para trás
- Como assim ? - perguntou confuso - Até agora pouco você estava gostando
- Não é questão de não gostar Justin
- E qual é a questão então ? - perguntou
- Que eu quero me sentir respeitada, quero me senti unica - disse precisa
- Do que esta falando ?
- Você sabe muito bem do que esta falando - disse indo até a porta - ou eu ou a Selena - disse a abrindo
- Você, é claro - disse vindo até mim, tocando meu seios novamente me fazendo sentir tesão mas eu o empurrei
- Só irá e tocar novamente quando terminar com a Selena - estiquei o braço para que ele saísse do quarto
Justin saiu de pau duro bufando do quarto, por mais que eu o quisesse dentro de mim eu não poderia me humilhar dessa maneira, não posso mais me sujeitar ser sempre a outra
Troquei de roupa, colocando um vestido azul curto ajeitando meu cabelo me olhando no espelho. Abri a porta do quarto e comecei a descer as escadas, Justin estava na sala assistindo tv, ou melhor não estava mais já que seu olhar se voltou a mim. Ignorei seus olhares e passei pela sua frente indo em direção a porta
-Onde vai ? - perguntou
- Sair - respondi
- Fazer o que ?
- Começar a me valorizar, já que você continua sentado nesse sofá sem decidir quem você quer - respondi calmamente.
- Desisti disso amor - disse se levantando
- Amor ? Só me chama de amor quando realmente quiser ter algo comigo
- Mas eu quero - disse acariciando meu rosto
- Justin eu só vou te dizer uma coisa - respirei fundo pois aquele carinho que ele estava me fazendo estava me deixando louca, mas iria ser forte naquele momento - não brinque comigo, porque eu posso muito bem te trocar por alguém que me valorize e que me ame de verdade
- Eu te amo - disse olhando nos meu olhos
- Então prove
- Pare com  esta história - disse em um tom já irritado apertando meu braço com força
- Olha como você fala comigo
- Eu falo como quiser - disse groso
- Você vai ter que escolher - respondi no mesmo tom
- E se eu não quiser escolher  ? - arqueou a sobrancelha
- Você não tem que querer
- Então se eu não escolher  ? - reformulou a pergunta
- Eu escolho por você - disse em um tom ameaçador
- Então você vai ir encontrar com outro cara e me deixar para a Selena ?- perguntou confuso
- Pelo contrario - o joguei no sofá subindo em cima
- Como assim ?
- Eu conto tudo para a Selena e ela nunca mais vai querer olhar na sua cara - sorri irônica
- A Selena vai te odiar - falou rapidamente
- Me odiar  ? - revirei os olhos - pode até ser, mas com você vai ser bem pior sabe porque ? Porque ela não vai gostar nadinha de saber que o namorado dela gemeu bem gosto e gozou em mim
- Você não seria capaz, você não vai fazer isso
- Não - disse irônica - até porque você vai saber escolher muito bem, não vai  ? - sai de cima dele indo até a porta
- Você, você - o interrompi
- A escolha é sua - sai e fechei a porta

Continua ? 15 comentários ? 
Obrigada pelos comentários  (sem tempo para responder, sorry ) 
Me desculpa se houver erros na ortografia. Beijinhos..
Twitter: @belieberhottt


sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

O golpe - parte 3

                               
Ri com a legenda que Justin havia colocado em seu próprio contato decidindo então descer as escadas do camarote e sair da boate já que havia cumprido minha meta. Assim que sai pude perceber que Justin ainda não havia ido embora e sim estava entrando em uma ranger preta cercada de seguranças, que para o maior gangster dos EUA ainda era pouco.
  Assim que vi seu carro se afastar da boate fiz uma ligação pedindo para virem me buscar.
- Demoraram - disse assim que entrei no carro fechando a porta
- O trânsito estava difícil -  disse Gatsby
Ficamos em silêncio até chegarmos no galpão
- Conseguiu alguma coisa ? - me perguntaram assim que entrei
- Sim
- Por quê não me falou antes ? - perguntou Gatsby surpreso
- Porque você não perguntou - peguei a arma que estava em cima da mesa e a acariciei
- Então, o que conseguiu  ?  - perguntou Gatsby rapidamente já se corroendo de curiosidade
- O telefone dele - mirei em um saco de terra encostado na parede atirando logo em seguida vendo toda a terra se espalhar pelo chão
-Eu ia usar esta terra - pude ouvir alguém murmurar
- Boa mira - elogiou Gatsby - deve ter dado trabalho para conseguir esse telefone
- Nem me fale - sorri irônica ao lembrar dos momentos na boate
- Ele irá em um restaurante no centro da cidade amanhã - disse Rosalina entrando na sala com um notebook nos mostrando as reservas que ele havia feito
- Isso deveria ser sigiloso - dei um sorriso maldoso
- Temos nossos contatos - fechou o notebook- você irá chegar um pouco antes para que pareça um encontro casual  - falou Rosalina, uma ruiva baixa e gorda que nem sei nem o porque de Gatsby ter a colocado na equipe

No dia seguinte coloquei um vestido justo, curto e decotado preto acompanhado de um salto de quinze centímetros mais a escuta por dentro no decote. Me sentei em uma mesa para dois mesmo sem estar esperando nenhuma pessoa para se sentar comigo naquele momento. Pedi um suco de abacaxi com hortelã enquanto respondia o torpedo de Gatsby dizendo que  Bieber já estaria a caminho.
Assim que ele chegou seus olhos percorreram por todo restaurante tento uma visão perfeita da minha presença no local deixando escapar um meio sorriso.
Pude perceber que seu olhar vinha a minha mesa disparadamente, então resolvi mandar uma mensagem para o seu celular
Mensagem -
"Oi "
Grite Justin na hora H  : "Quem é ? "
" A garota pela qual você não para de babar "
Mensagem -
Justin se polpou de responder a mensagem e se levantou vindo até minha mesa
- Posso ? - puxou a cadeira para se sentar
- Por que não  - disse esticando o braço para que se sentasse
- Obrigado -  se sentou - até quando ? - perguntou olhando nos meus olhos
- Até quando ? - repeti confusa
- Até quando irá me seguir ?

Continua ? 15 comentários  ?
Obrigada por todos os comentários (super sem tempo para responder, sorry ) 
Me desculpa se houver erros na ortografia. Beijinhos..
Twitter: @belieberhottt
Assistam o vídeo do Imagine Belieber Hot
video


segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Imagine Belieber Hot 30

         
Não demorou muito para meus dedos estralarem na cara de Chaz
- Ficou maluca garota ? - perguntou Chaz colocando a mão  rosto - se bem que você fica bem gostosinha bravinha - tentou se aproximar
- Fica longe - peguei a toalha do chão e sai do banheiro
- A poucos segundos atrás você estava me querendo - veio atrás de mim
- Cala a boca Chaz
- Vem calar minha putinha favorita
- Vai se foder - gritei
- Venha comigo
Ignorei Chaz e fui correndo que nem um criança de cinco anos para o meu quarto, tranquei imediatamente a porta, meus pensamentos se tornaram Justin Justin e Justin. ele não poderia saber do que aconteceu.
Tomei outro banho para tentar relaxar, quando pude ouvir alguém bater na porta me fazendo gritar "sai daqui "
-  (seunome) ? - Aquela voz eu reconhecia, era doce, calma, era o Justin.
Desliguei o chuveiro, coloquei o roupão e fui em direção a porta do quarto a abrindo
- Amor, você esta bem ? - perguntou novamente com um olhar preocupado
Não consegui responder nada apenas o abracei forte

         

- Promete que aconteça o que acontecer você não vai me deixar ? - perguntei em seu ouvido
- Por quê esta falando isso ? - perguntou confuso
- Promete?
- Amor o que está ...- o interrompi
- Apenas prometa - insisti
- Tudo bem, eu prometo - disse se sentando na cama e me puxando para se sentar em seu colo
- Eu te amo - selei nosso lábios

Justin narrando -
Sai de casa irritado, não gosto dessa amizade da ( seunome) com o Chaz, não gosto nem de imaginar da noite passada que eles tiveram, voltei para casa disposto a discutir com a (seunome) sobre essa amizade deles e depois fazer um sexo bem gostoso de reconciliação, mas quando ela abriu a porta pude a perceber tão sensível, que estava precisando de mim. Tentei a puxar para cama lhe fazendo sentar no meu colo na tentativa de a fazer contar o que estava acontecendo, mas por mais que insistisse ela não me falava nada
- Eu também te amo - sorri e a deitei na cama a beijando logo em seguida

         

Você narrando -
Justin estava sendo o mais atencioso possível, ele acariciava meu corpo dando beijos leves e calmos. Naquele momento eu diria que eu estava parecendo uma virgem em que o Justin estava tentando fazer de tudo para que fosse um momento especial e perfeito.
Justin abriu o meu roupão apertando logo em seguida um de meus seios  me fazendo gemer baixinho, dando um chupão do lado direito do meu pescoço, descendo sua cabeça até meu seio direto e começando a mama-lo  enquanto apertava o outro em movimentos circulares.

Continua ? 15 comentários
Desculpa por ter ficado pequeno, mas foi porque eu dividi ele em duas partes para posta-lo o mais rápido possível da próxima vez
ASSISTAM é sobre a IB

video

Respondendo alguns comentários  Ai meu Deus Chaz X Justin
 1° - Gabriella Pereira, acha mesmo que ela deve ficar com o Chaz ? Bom ainda tem muita coisa para acontecer nessa história. Beijinhos
2°Viictoria Lima, vamos ver com quem será que ela vai ficar, e qual será o jeito em que a Selena irá descobrir isso. Beijinhos
3° Anônima (o), Vaca ? Diva ? Não flor, eu não vou abandonar vocês, desculpa a demora. Beijinhos
4° Beliebers of swag, vamos ver o que ela irá fazer para conseguir ser totalmente valorizada pelo Justin. Beijinhos
5° Midiane dos Santo, tem muita coisa para acontecer, vamos ver se dessa vez ela se valoriza. Beijinhos
6° Anônima, leitora antiga? Venha aqui, me abraça. Claro que merece um prêmio